ErrNo: 8
Erro: Undefined index: noticias
File: /home/storage/2/d9/ae/videonasaldeias/public_html/2009/noticias.php
Line: 62
Time: 28/09/2016, 21:06:14

CORUMBIARA
19/03/2009
 
Comecei a assistir às sessões de imprensa dos filmes que participarão do festival de documentários É Tudo Verdade (começa semana que vem, dia 24, em São Paulo). E já posso fazer uma recomendação: não deixem de ver Corumbiara, de Vincent Carelli. Filme sobre a questão indígena mas passando longe dos clichês “bon sauvage”, em geral tão inócuos quanto bem intencionados. Carelli, que há muito trabalha com o tema vai em busca do que resta de uma etnia que, supõe-se, tenha sido dizimada por fazendeiros, num dos inúmeros conflitos de terra do Brasil. O filme tem o tom de uma investigação, e de um mergulho na cultura alheia. Acho que forma um belo conjunto com Serras da Desordem, de Andrea Tonacci, e, talvez, com Terra Vermelha, de Marco Bechis. São filmes que colocam a questão indígena em outro patamar. Beneficiam-se de olhares diferenciados dos diretores que, por sua vez, usam recursos de linguagem cinematográfica também inovadores para tratar do tema.
 
http://blog.estadao.com.br/blog/zanin/
Corumbiara
por Luiz Zanin, Seção: Cinema 09:33:02
 
 
 

03/09

 

O BRASIL DOS ÍNDIOS: UM ARQUIVO ABERTO

Na comemoração dos trinta anos de sua trajetória na 32º Bienal de São Paulo, o Vídeo nas Aldeias abre pela primeira vez seu arquivo de imagens, apresentando ao público uma amostra da imensa diversidade dos povos indígenas no Brasil, de sua riqueza cultural e espiritual. Registradas na intimidade das aldeias, nos acampamentos de resistência, em manifestações nas ruas dos grandes centros urbanos, essas imagens revelam um Brasil profundo, tão atual quanto desconhecido. São imagens dos nossos tempos, que (re)situam os índios no contemporâneo, trazendo à tona uma pluralidade de mundos, de visões e de formas distintas de ocupar e pertencer à terra.
32º Bienal de São Paulo
INCERTEZA VIVA
7 setembro a 11 dezembro 2016
 

03/09

 

O BRASIL DOS ÍNDIOS: UM ARQUIVO ABERTO

 Na comemoração dos trinta anos de sua trajetória na 32 º Bienal de São Paulo, o Vídeo nas Aldeias abre pela primeira vez seu arquivo de imagens, apresentando ao público uma amostra da imensa diversidade dos povos indígenas no Brasil, de sua riqueza cultural e espiritual. Registradas na intimidade das aldeias, nos acampamentos de resistência, em manifestações nas ruas dos grandes centros urbanos, essas imagens revelam um Brasil profundo, tão atual quanto desconhecido. São imagens dos nossos tempos, que (re)situam os índios no contemporâneo, trazendo à tona uma pluralidade de mundos, de visões e de formas distintas de ocupar e pertencer à terra.
32º Bienal de São Paulo
INCERTEZA VIVA
7 setembro a 11 dezembro 2016

 

14/03

 

Lançamento da coleção

A Cosac Naify, Vídeo nas Aldeias e Amoreira convidam para tarde de lançamento da Coleção Um dia na Aldeia, de Rita Carelli, Ana Carvalho e Mariana Zanetti, com oficinas, exibição de filmes, exposição de objetos indígenas e presença especial do cineasta indígena Kumaré Ikpengno dia 28 de março, sábado, das 14 h às 18 H na rua dos Macunis, 510, Alto de Pinheiros (tel 30325346).
A Cosac Naify lança, em parceria com o Vídeo nas Aldeias e patrocínio da Petrobrás, através do programa Petrobras Cultural, a coleção Um Dia na Aldeia, que traz um olhar autêntico e contemporâneo sobre diferentes povos indígenas no Brasil ao possibilitar que eles mesmos contem suas histórias e mostrem suas imagens através dos dvds que acompanham cada livro.
Assista aos filmes na nossa página no youtube.
A proposta ao desmistificar algumas imagens preconcebidas que temos dos povos indígenas e mostrar às crianças um pouquinho da vida de alguns desses povos. A cada título, o leitor conhece um pouco mais dos costumes atuais e antigos de um povo indígena Brasil afora: Wajãpipi (Amapa e Para¡), Ikpeng (Mato Grosso) e Panara (Mato Grosso e Para). Entender como vivem, onde moram, o que comem, que língua falam, do que brincam, ou ainda quais são suas histórias.