Prîara Jõ, Depois do ovo, a guerra
2008 / 15min. / Panará
As crianças Panará apresentam seu universo em dia de brincadeira na aldeia. O tempo da guerra acabou, mas ainda continua vivo no imaginário das crianças.
12.895
Contacts

 

Comentários

13 Comentários

Gostei muito mesmo, para conhecermos uma pouco mais sobre o indígena e sua cultura.
Luciane Abreu 16/04/2016 14:52:10
essa foi a historia da guerra entre os Caiapó e os Panará, que existiu no passado e que matou muita gente dos dois povos. Hoje a gente vive em paz, porque os nao indios nos roubaram as terras e temos que nos fortalecer entre nossos parentes... Mas nossas crianças brincam e dao muita risada de nossas velhas historias. Rir é bom. A terra é boa, nao precisávamos mais matar ninguém. Mas ainda existem fazendeiros matando nossos parentes. Espero que isso acabe um dia e so seja mais uma historia para fazer as crianças darem suas risadas gostosas...
Andrea Panara 11/12/2012 20:00:17
huhasuausau nem sabia q a lua mestruava kkkkkkkkkkkkkkk
mais ta neh!!!gostei mt da criatividade das crianças
amei amei amei
feeh munhoz 01/06/2011 13:14:08
Este é um video que me deixou bastante fascinada,já que se trata da cultura indigena,asssunto que gosto muito(alem de ser com crianças que mostram um lindo insistinto guerreiro,um pouco assustador mais brilhante).
Obs:Bem propicio o titulo"depois do ovo a guerra"


Karen 1ªI
karen 28/08/2010 23:54:57
Que criatividade para eles brincarem de guerra! Achei legal, mas como a geanne disse queria ver as meninas agora!
Bianca 1° I 27/08/2010 11:49:47
Clique aqui para ver todos
   

Comente sobre este vídeo

 
Nome:*:
Email:*:
Comentário:*:
  (*) = Campos obrigatórios
 
 

Realizador Indígena

Créditos

Diretor: KOMOI PANARÁ
Edição: DANIEL BANDEIRA

Prêmios

- Ficou entre os 10 filmes preferidos do público do festival internacional de curtas de São Paulo, Brasil, Agosto de 2008.
- Prêmio da TV SESC para difusão no canal, no festival internacional de curtas de São Paulo, Brasil, Agosto de 2008.
- Melhor documentário internacional, V Festival Internacional de Cortometrajes de Cusco  FENACO, Peru 2008.
- Prêmio Porta-Curtas da Petrobrás, Festival Janela Internacional de Cinema de Recife, 2008.
- Prêmio Manuel Diegues Júnior(Museu do Folclore), Categoria "Concepção e realização", Mostra Etnográfica do Rio de Janeiro, 2008.
- Melhor curta da mostra competitiva do Festival Cine Gate´s, Brasília, 2008.
- Melhor roteiro do Curta-Canoa, Canoa Quebrada, 2008.

Outros Vídeos